Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização.

Biografia e Carreira

Anos 60

Em meados dos anos 60 muda-se para Lisboa e inspirado em mestres como Armandinho, estreia-se na casa de fados A Severa, a que se seguiram actuações n’O Faia, n’O Folclore e no Picadeiro, de que aliás seria proprietário e onde foi dando azo ao seu amor pela guitarra portuguesa, acabando por formar o seu próprio conjunto de guitarras.

Mas é quando grava com Maria Teresa de Noronha, Lucília do Carmo e Hermínia Silva e acompanha Carlos do Carmo, Francisco José, Tony de Matos, António Mourão, Frei Hermano da Câmara e Manuel de Almeida que Mestre Chainho começa a deixar marcas na história da guitarra portuguesa. Ela seria a sua noiva para o resto da vida. E, desde aí, não se cansou de a mostrar ao resto do mundo.

Facebook Linkedin Twitter Google + Pinterest

Newsletter

Receba as nossas novidades.
Subscrever

Siga-nos!

Acompanhe-nos nas redes sociais

Management

Management & Booking: Ghude
TM: +351 968 028 815